domingo, 27 de outubro de 2013

Os Invasores de Marte (Invaders from Mars) 1953



Enquanto observava as estrelas o pequeno David MacLean (Jimmy Hunt) testemunha a aterragem de um objecto voador verde, nos campos atrás da sua casa. O pai cientista aventura-se para investigar, mas quando ele não volta, David teme o pior. As suas suspeitas são confirmadas quando na manhã seguinte o pai mostra-se muito diferente, um homem mudado - e com uma ferida misteriosa na parte de trás do pescoço... 
Este filme seria o arquetípo, paranoico, sobre as invasões alienígenas da década de 1950, escrito por Richard Blake, e dirigido pelo famoso designer de arte William Cameron Menzies, um de vários estranhos filmes, obras de baixo orçamento que ele dirigiu na sua carreira. O filme, obviamente, é feito para as crianças da época, com o seu herói juvenil que tem problemas para fazer os adultos acreditarem que os extraterrestes estão a tomar os corpos de pessoas importantes para sabotar a corrida espacial da Terra, mas na verdade é um apelo para os fãs de sci-fi de todas as idades.
Menzies também tratava do design de produção do filme, e os seus cenários simples davam uma qualidade extra para esta obra - olhemos para a esquadra da polícia, que consiste num corredor comprido e branco, um escritório austero e uma cela de prisão. A atmosfera de pesadelo é agravada por ter figuras de autoridade, nomeadamente os pais do jovem, a transformarem-se em pessoas más, sabotadores malévolos, mesmo uma pequena jovem que queima a sua própria casa. Sabemos quando os personagens foram transformados porque são tratados com close-ups sinistros dos seus rostos hostis. 
O amor à tecnologia da década de 50 está lá, mas tem de ser nas mãos certas, ou seja, não nas mãos dos comunistas, isto é, quero dizer, dos marcianos. O equipamento militar é mostrado com imagens de arquivo de tanques e lançadores de mísseis quando a América desperta contra os seus agressores - os aliens querem nos parar e tomar conta da terra. A menos que façamos alguma coisa.
David recebe pais substitutos na forma de uma médica gentil (Helena Carter) e um astrónomo (Arthur Franz), enquanto a sua própria mãe e o pai estão sob o controlo dos extraterrestes, mas irá haver um final reconfortante onde tudo vai voltar ao normal ... ou não? Depende de qual das versões estivermos a ver. O remake da década de 80 teve um orçamento maior, mas nenhum do poder alucinatório do original.

Link 
Imdb 

Nenhum comentário: