terça-feira, 21 de maio de 2013

Viver (Huozhe) 1994


Passado ao longo de quatro décadas de turbulência política chinesa, "Viver" segue a vida de um casal, Fugui e Jiazhen (Ge You e Gong Li), e os seus filhos, enquanto lutam para sobreviver e encontrar o seu lugar dentro do caos da revolução chinesa. Através de reviravoltas bizarras, perdas trágicas e profunda esperança, Fugui e a  perseverança da sua família procuram encontrar no amor uma razão para viver.
 É um facto bem conhecido que Houzhe (Viver) foi proibido na China durante o seu lançamento e o realizador, Zhang Yimou, foi ele próprio banido durante dois anos. O olhar crítico do filme sobre as políticas do regime comunista não fazem dele uma obra típica de propaganda anti-comunista. O comunismo é o cerne da estrutura narrativa. Não se pode assistir a um único frame do filme sem se perceber o rosto de Mao, a propaganda do Partido Comunista, e até mesmo a cor vermelha que está presente em todas as cenas de Houzhe. No entanto, em vez de tomar uma abordagem retrospectiva dos seus personagens, por exemplo olhando-os para baixo, Zhang concentra-se nas suas vidas, motivações, enfim, permite-nos olhar para as suas almas. Fugui e Jiazhen inicialmente seguem os comunistas não tanto por causa de uma crença incondicional na sua retórica e política, mas porque lhes prometeram uma vida melhor.
Gong Li, a musa de Zhang, encarna o pragmatismo que muitos chineses tiveram, uma vez que os comunistas tomaram o poder. A sua personagem, Jiazhen, compreende, melhor até do que o marido, que a lealdade cega para qualquer partido é um sinal de arrogância. Isto é visto por ela claramente, enquanto todas as outras pessoas ao seu redor, a maioria homens, são tão cegos para o fazer, a ideologia é minada através da prática humana. No filme vemos o rosto de Gong passar de doce e amável para o de uma avó maternal de cabelos grisalhos, ela não perdeu nada da sua beleza, mas a sabedoria da experiência ensinou-lhe a não esperar muito desta vida.
Poucos filmes se aproximam do nível de honestidade alcançado por "Viver". Esta é uma história cujo tema central subjacente é expresso no título: através de todas as lutas, dificuldades e momentos de rara magia e alegria, os personagens continuam com as suas vidas. Como Jiazhen aponta, não importa o quanto sombrias as circunstâncias se apresentam, a única opção é ir em frente.
Ganhou vários prémios em Cannes, inclusivé o grande prémio do Juri.

Link 
Imdb 

Nenhum comentário: