terça-feira, 11 de junho de 2013

O Pequeno Fugitivo (Little Fugitive) 1953



Mesmo a preto e branco, o semi-lendário indie americano de 1953, "The Little Fugitive" é uma lembrança de como berrante e grotesco os prazeres de infância podem ser. Não são apenas os palhaços, que são esquecidos hoje em dia, mas também os circos, carnavais e parques de diversões em geral, e carrosséis, o algodão doce fluorescente, e garrafas de cerveja e de bebidas estranhamente coloridas, entre tantas outras coisas.
The Little Fugitive, escrito e realizado por Morris Engel, Ruth Orkin, e Ray Ashley, é a encantadora história de um jovem de sete anos de idade, que é vítima de uma brincadeira infantil - é-lhe feito acreditar que matou acidentalmente o irmão mais velho - e foge da cena do crime inexistente para Coney Island. Passa o dia fazendo exactamente o que qualquer jovem de sete anos de idade faria quando solto num parque de diversões com o bolso cheio de dinheiro e absolutamente nada na sua mente (excepto, de certa forma, talvez, o peso de ter morto o seu irmão), até, muito tempo depois, ser resgatado e trazido de volta para casa. 
Esta pequena viagem despretensiosa, lindamente filmada com uma câmera de mão, e com um diálogo mínimo, influenciou tanto François Truffaut, que uma vez disse: "A nossa Nouvelle Vague nunca teria surgido se não fosse o jovem Morris Engel" como o amigo de Engel, Stanley Kubrick, que usou o equipamento deste filme para a sua primeira, e em grande parte esquecida, longa metragem, Fear and Desire. 
Aqueles que esperam ser surpreendidos por The Little Fugitive podem ficar desapontados pela sua modéstia, mas não é dificil perceber o que impressionou os colegas cineastas de Engel, e levou, também, o filme a ser vencedor, entre outros prémios, de um Leão de Prata do Festival Internacional de Cinema de Veneza. É quase perfeitamente naturalista; Richie Andrusco, o jovem que interpreta o papel principal, parece ter sido largado pelos cineastas para fazer e comprar, tudo o que desejavasse em Coney Island, e os realizadores apenas conquistaram o seu comportamento real. 

Link

Imdb

Um comentário:

Anônimo disse...

Please, reup este filme.

JSinatra