quarta-feira, 19 de junho de 2013

A Casa Maldita (The Haunting) 1963


O romance de 1959, de Shirley Jackson, "The Haunting of Hill House", destaca-se a dois níveis. Como um romance de terror sobre uma casa que "nasceu com a maldade." E como um romance psicológico sobre uma mulher emocionalmente carente que é suscetível a sugestões do sobrenatural, real ou imaginário. O livro tinha duas interpretações plausíveis dos eventos. Ou Hill House era assombrada, ou  Eleanor era psicocinética, e, inconscientemente, causava as assombrações invisíveis. Curto e literário, o romance dá um prazer enorme de ler, tanto pela sua prosa como pela sua história. 
A partir deste material original, Robert Wise dirigiu o filme da casa assombrada por excelência, uma obra-prima do horror, tão sublime que remakes apenas se arriscaram a uma comparação pobre. "The Haunting" de Wise, é fiel ao romance original, com pequenas variações no nome das personagens, ênfase e na exposição. 
O argumento eficiente de Nelson Gidding abre com a narração da história de Hill House, de acidentes fatais, suicídio, loucura e homicídio, pelo Dr. Markway. Isto imediatamente introduz o espectador a Hill House, uma personagem pelo seu próprio direito. Dr. Markway (Richard Johnson) é um antropólogo que procura uma prova do sobrenatural, e a desagradável história de Hill House e a sua reputação convenceram-no de que alí seria um bom sitio para procurar. Para obter assistência, ele convida os outras pessoas com experiência no paranormal, ou talentos para se juntarem a ele na Hill House.
Nell (Julie Harris) é escolhida porque, durante a infância pedras choveram na sua casa durante três dias. O Dr. Markway espera que a sua presença atraia fenómenos paranormais genuínos, embora ele deixa em aberto a possibilidade de Nell ser psicocinética. Os outros convidados são Theo (Claire Bloom), uma artista com dons ESP, e Luke (Russ Tamblyn), o herdeiro playboy de Hill House. 
As assombrações da Hill House rapidamente enfocam em Nell, uma mulher tímida e amargurada que sacrificou 11 anos da vida pela mãe, doente e ingrata. Apesar de ingénua e inexperiente, Nell parece mais velha do que os anos que tem. .Nell anda há muito tempo confortada com a crença de que "algum dia, alguma coisa lhe vai acontecer." Quando, pouco depois da mãe morrer, o Dr. Markway a convida para ir a Hill House, ela acha que o seu momento finalmente chegou. 
Há um velho ditado que diz que as coisas mais assustadoras são as sugeridas, e deixadas invisíveis, porque nenhum escritor ou cineasta pode ultrapassar a imaginação do público. Isto muitas vezes é falso, no entanto, é bem verdade, que "The Haunting", é um modelo de terror sem sangue. Nenhum fantasma ou sangue é visível. Tudo é sugerido pela luz, pela sombra, pelo som, criando uma atmosfera misteriosa que desgasta os nervos dos personagens e agrava as suas tensões interpessoais. A fotografia a preto e branco de David Boulton impregna luzes e sombras com a ameaça do sobrenatural, mas "The Haunting" é especialmente notável pelos efeitos sonoros. Os piores terrores de Hill House são ouvidos, mas nunca vistos.

Link 
Imdb

Nenhum comentário: