sábado, 30 de março de 2013

Amores de Samurai (Jigokumon) 1953



Escrito e realizado por Teinosuke Kinugasa e baseado na peça de Kan Kikuchi, Jigokumon (Gate of Hell), conta a história de um samurai do século 12 tentando casar-se com a mulher que tinha acabado de resgatar de uma tentativa de golpe de estado, para perceber que ela já é casada. Em resposta, ele desafia o marido para um duelo que iria terminar com consequências trágicas. O primeiro filme japonês a ser lançado internacionalmente a cores, foi considerado como sendo um dos filmes marcantes do país, vencedor de vários prémios internacionais.
Como seria de esperar, "Gate of Hell" lida um pouco com a honra, o dever e temas semelhantes, que não são estranhos para o género samurai. Mas o que não podíamos prever é como o realizador Teinosuke Kinugasa é tão crítico com tais idéias. Esta não é uma história que aceite honra ilimitada e passe o tempo todo tentando convencer-nos de tão certo que isto é. Em vez disso, Kinugasa baralha as cartas, colocando os personagens numa posição que testa a inabalável devoção e as suas crenças, moldando uma história solene sobre o que acontecerá depois. O drama vem da forma como os personagens principais interagem uns com os outros, todos trabalhando para impor o seu objectivo, de uma forma ou de outra. No centro da história está o desejo de Moritoh para com Kesa, que não vive de sentimentos românticos, pelo menos tanto como o seu próprio egoísmo.
"Gate of Hell" mergulha de cabeça no lado escuro de honra, mostrando os efeitos catastróficos do que acontece quando as pessoas se recusam a viver e deixar viver. Mas enquanto que é um conto que poderia facilmente caminhar para um pântano melodramático, Kinugasa exibe uma compreensão concisa sobre o estado da história e os personagens em todos os momentos. Os fãs do intenso "Throne of Blood", ou do épico emocionante "Os Sete Samurais" podem não gostar tanto deste filme. No entanto, é um drama de época exemplar que combina hábeis histórias táticas e efeitos de arregalar os olhos.
Ganhou o Óscar de Melhor Guarda Roupa, e o primeiro prémio no festival de Cannes, em 1954. 

Link 
Imdb 


Um comentário:

karla mattos disse...

boa noite, gostaria muito de baixar esse filme, mas esta indisponivel! teria legendas em PT ? Grata!