quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Sombre (Sombre) 1998



Com uma câmera trémula e escura que faz o Dogma 95 parecer uma produção da Disney, este filme tenta explorar o lado mais obscuro e monstruoso da humanidade. Um serial killer que realiza espectáculos de marionetes para crianças e percorre o país impulsivamente matando prostitutas. Quando ele encontra uma beleza virginal, ela ameaça a sua escuridão com uma luz de amor, cegando-o, e então ele tenta violar e matar a sua irmã para fazê-la perder o controlo. Há aqui o início de uma intensa experiência (apesar do facto das mulheres serem retratadas tanto como prostitutas ou virgens) e Grandrieux tem o potencial para se tornar num novo Noé.
A primeira longa-metragem de Philippe Grandrieux desencadeou uma tempestade de controvérsia desde a sua primeira exibição no festival de cinema de Locarno, em 1998. Tinha os críticos bastante divididos em dois campos - aqueles que o consideram como uma confusão, e um filme obsceno, e outros que classificam-no como uma obra de arte sublime. É evidente que é um filme que só é aceitável para certos gostos, e muitos vão achá-lo uma obra muito difícil.
Certamente que a fotografia extremamente minimalista de Grandrieux, que envolve movimentos de câmera bruscos e imagens nebulosas fora de foco, fazem poucas concessões a um público de cinema tradicional. Funcionando para seu crédito, um pouco desta fotografia invulgar - e, francamente desorientadora -  serve o bem o filme, aumentando a ameaça do assassino e a brutalidade dos seus crimes, mostrando pouco e levando-nos a imaginar muito mais do que vemos. A idéia é, presumivelmente, mostrar ao mundo como o obcecado assassino o vê, através de um filtro escuro com perda periódica de foco. 
A história é pouco mais do que um conto de fadas para crianças, uma versão bastarda de A Bela e o Monstro, que é convertida numa história sobre um assassino psicopata e uma idealizada virgem. O filme atinge alguns momentos de genialidade ao longo do caminho, e as interpretações dos actores principais são meritórias, mas todo o trabalho é dificultado pela dificuldade da fotografia. Um filme só para certos estômagos.

Link
Imdb

Nenhum comentário: