terça-feira, 5 de novembro de 2013

S.O.S. Metaluna (This Island Earth) 1955



Os extraterrestes do planeta Metaluna enfrentam uma terrível guerra contra o planeta Zagon, que bombardeia o inimigo com potentes meteoritos, destruindo gradativamente o seu campo de forças. Em busca de novas opções de energia nuclear para tentar salvar o seu mundo da destruição, os humanóides de Metaluna montaram uma base secreta na Terra, convocando os principais cientistas de vários países para ajudá-los nas pesquisas de energias alternativas. O líder alien é Exeter (Jeff Morrow), que tenta manter ao seu lado as habilidades e conhecimentos de um casal americano de cientistas, Dr. Cal Meacham (Rex Reason) e a Dra. Ruth Adams (Faith Domergue). Mas, por falta de tempo disponível para o desenvolvimento de um trabalho que poderia ser a salvação, eles são levados até Metaluna por ordem do monitor supremo do planeta (Douglas Spencer), chegando durante o ponto mais grave do conflito, sob um maciço bombardeamento de Zagon. Não restando nada que fazer para evitar a extinção de Metaluna, os cientistas humanos tentam fugir do caos e regressar à Terra, onde no caminho, além das explosões de um campo de batalha, eles têm que enfrentar também um monstro mutante.
Na década de 50, a Universal International Pictures era a principal produtora de Hollywood no que diz respeito a filmes de ficção científica. Mas, apesar de muitas experiências interessantes a maioria dos filmes de ficção científica do início dos anos 1950 eram bastante conservadores na abordagem para com os efeitos visuais. A maioria dos filmes eram a preto e branco e demasiado presos à terra, aderindo a um senso de realidade que estava pouco à vontade com a noção do espetáculo que era fundamental para o género. À medida que a década avançava começou a desenvolver-se uma atitude mais ousada para com os efeitos visuais, e uma vontade de aventurar-se em busca de filmes que pudessem convencer o público a deixar as suas televisões e embarcar numa viagem para o cinema. Um desses filmes foi This Island Earth, que é facilmente o mais ambicioso projeto da Universal de ficção científica, e um de um selecto grupo de filmes produzidos na década de 1950 que escaparam aos confins do planeta Terra. O mais bem sucedido e reconhecido provavelmente será Planeta Proibido (1956 ), que vamos ver aqui em breve.
A superfície devastada de Metaluna é trazida vividamente à vida por alguns belos cenários pintados, e o planeta por alguns interiores graças a uma direção de arte impressionante. Metaluna é um dos verdadeiros triunfos da ficção científica da década de 50. "This Island Earth" foi baseado numa pulp de ficção científica de Raymond F. Jones chamada The Alien Machine, e felizmente o argumento de Franklin Coen e Edward G. O'Callaghan mantém um toque macio. O tema geral do filme é a paranóia persistente sobre a destruição atómica, mas o filme também celebra o brilho do conhecimento científico. O filme é essencialmente pacifista por natureza, e uma advertência sobre o uso de materiais atómicos. 

Link 
Imdb

Nenhum comentário: