domingo, 17 de novembro de 2013

Devil in Miss Jones (Devil in Miss Jones) 1973



A solitária Miss Jones (Georgina Spelvin) comete suicídio, mas antes de ser condenada ao inferno é-lhe dada a hipótese de entrar em prazeres terrestres suficientes para justificar a sua condenação eterna ...
 Depois de fazer história no cinema XXX com "Garganta Funda", o realizador Gerard Damiano inventou esta muito mais grave mistura da metafísica e da carnalidade. Usando um pivot narrativo surpreendentemente triste e sombrio, Damiano empurra o espectador numa história literal de luxúria e danação. Executado com uns curtos 65 minutos, o filme oferece o equilíbrio ideal entre história e pecadilhos sexuais.

Desde a abertura, com um suicídio inquietante até ao seu final, o filme mostra-nos o inquietante inferno pessoal de uma mulher, evitando o tom jocoso típico da maioria dos filmes pornográficos do período. Miss Jones não é apresentada com uma mulher de espírito livre, brincando de quarto em quarto - ela é uma solitária, profundamente infeliz, alma completamente desligada do mundo ao seu redor. De certa forma, o filme apresenta-nos a clássica história do patinho feio que se solta e descobre o seu ego interior, mas não apresenta esta jornada com alegria - o facto é que ela está condenada desde o início, e ao mesmo tempo a sua jornada vai permitir-lhe alguma satisfação carnal, até ser finalmente condenada a um mundo sem prazer. O resultado final é particularmente desconcertante, contrariando as expectativas do público.
Tudo isto não é para sugerir que o filme não funcione tão eróticamente. Parte da boa realização de Damiano é ter feito um filme que se mantém fiel ao seu conceito pessimista e ao mesmo tempo, servir-se de algumas sequências tremendamente eficazes de sexo hardcore. No papel principal de Miss Jones, Georgina Spelvin é uma revelação. Seria difícil imaginá-la como uma estrela porno, mas a sua aparência "normal" ajusta-se ao papel perfeitamente, e consegue ultrapassar muitas jovens, mais superficialmente atraentes em termos de ferocidade animal e presença. Spelvin ataca as cenas de sexo com um entusiasmo surpreendente, batendo de forma eficaz a frustração sexual suprimida da personagem. O seu parceiro mais notável no filme é o lendário Harry Reems, escolhido para o papel de "professor", ajudando a desbloquear os seus desejos e a ensinar-lhe os truques do sexo

Link 
Imdb

Nenhum comentário: