segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Big Time (Big Time) 1988



Trazendo o seu sentido de humor único, para esta esta bizarra e original peça de cinema, Tom Waits leva o público através de uma viagem musical com as suas melodias.
Algumas obras de não-ficção tentam ensinar às pessoas coisas novas, enquanto outras tentam apenas pregar aos convertidos. "Big Time" é um documentário-concerto que cai claramente no segundo grupo. Mais uma indulgência do que um concerto, "Big Time" foi filmado durante a tournée de 1987, contendo partes ou inteiras, de 22 canções que fazem parte do repertório do artista. Algumas destas músicas são muito boas, mas nem sempre são audíveis, uma vez que Waits deixou atrás de si um retrato de uma persona difícil. Começou com uma promissora carreira como compositor/cantor, mas depressa descobriu que o seu público preferia-o como um narrador obcecado e cansado do mundo.
"Big Time" abrange um período da carreira de Waits que muitos fãs consideram seminal, o período cobrindo os albuns clássicos "Swordfishtrombones" (1983), "Rain Dogs" (1985), e "Franks Wild Years" (1987). Enquanto que os albuns anteriores eram muito mais poéticos, aqui teríamos uma grande viragem, e seria quando a sua voz rouca passaria a ser conhecida. "Big Time" não é um mero filme-concerto. Dirigido por Chris Blum, tenta colocar Waits em muitas outras frentes para além de performer.
Gravado no San Francisco's Warfield Theater, não tem legendas.

Link
Imdb

Nenhum comentário: