sábado, 21 de fevereiro de 2015

Sob a Influência da Guerra

1939/45: Segunda Guerra Mundial. Muitos constrangimentos foram criados para o mundo cinema dos países envolvidos nesta guerra. Neste período de tempo, não se deixou de fazer cinema, apesar da censura, das demandas de propaganda, da devastação das batalhas, da diminuição dos recursos, muitos realizadores em ambos os lados do conflito conseguiram fazer filmes, em alguns casos autênticas declarações pessoais sobre a guerra.
Surgiu-me a idéia de fazer um ciclo, não sobre a Guerra porque isso ficará para outra altura, mas de filmes que de algum modo tenham sido feitos sob a influência desta. Quer seja sobre os bastidores, ou seja sobre a guerra de espionagem vista em filmes como "Foreign Correspondent" de Hitchcock, ou "Night Train to Munich", de Carol Reed, quer seja em filmes onde o tema da guerra esteja escondido, apenas visto subtilmente, mas que esteja bem presente, como em obras como "Le Corbeau" de Clouzot, ou "Vredens Dag", ambos filmados durante a ocupação Nazi. 
Cada um destes seis filmes que iremos ver são originários de um país diferente. Deixei de fora a Itália, de quem já tínhamos visto alguns destes filmes no ciclo Viagem a Itália, sobretudo os de Rosselini, mas tinha de incluír a grande causadora da guerra, a Alemanha, de quem iremos ver o maior filme de propaganda Nazi, "Triumph des Willens", apesar de ter sido realizado alguns anos antes da guerra começar.

Sendo assim, esta é a programação desta semana:

Domingo: "Triumph des Willens" (1935), de Leni Riefenstahl

Segunda: "Aleksandr Nevskiy" (1938), de Sergei M. Eisenstein e Dmitriy Vasilev

Terça: "Foreign Correspondent" (1940), de Alfred Hitchcock

Quarta: "Night Train to Munich" (1943), de Carol Reed

Quinta: "Vredens Dag" (1943), de Carl T. Dreyer

Sexta: Le Corbeau (1943), de Henri-Georges Clouzot



Um comentário:

hmdantas disse...

Aguardo expectante!