terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Os Favoritos da Lua (Les Favoris de la Lune) 1984



Primeiro filme de Otar Iosseliani em França, é uma meditação consistente e interessante sobre as reviravoltas bizarras do destino, que unem pessoas e objectos por acaso, e depois os afastam de novo. O filme podia-se chamar "As Aventuras de um Quadro do Século XIX e de uma Porcelana do Século XVIII" pois estes objectos são passando de mão em mão na vida de várias pessoas, como um negociante de arte, um ladrão, um inspector de polícia, um negociante de armas, um esteticista, vários vagabundos e um velho doido.
 Enquanto a idéia de objectos como ponto em comum em várias histórias pode não ser uma idéia totalmente original, é noutro ponto que a película de Iosseliani se destaca. O realizador dá ao espectador vislumbres de um passado supostamente rosado quando a aristocracia rural tinha prazer em pequenos luxos como louças pintadas à mão, ou objectos de arte completamente manuais. Mas mesmo no passado, há insinuações de mudanças. A qualidade da narrativa neste filme, sugere que apenas a vida dos objectos tem estabilidade, mas a idéia da "permanência do objecto", numa última análise, é tanto uma ilusão como qualquer outra coisa neste filme.  
Com uma paciência pitoresca, o realizador cria um drama fascinante sobre a serenidade da vida e a evanescência das coisas. Ganhou dois prémios no festival de Veneza em 1984, incluíndo o prémio especial do Júri.

Link
Imdb

Nenhum comentário: