quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Reykjavik Whale Watching Massacre (Reykjavik Whale Watching Massacre) 2009



Um grupo de turistas observadores de baleias parte numa viagem de barco, mas depressa começa a reinar o caos com a morte do comandante da tripulação. Uma pequena embarcação surge em auxílio, mas está longe de ser a ajuda esperada. A bordo vem uma família disfuncional, e se os turistas já estavam confusos nem sabem o que agora os espera...
Uma espécie de homenagem ao grande clássico "Massacre no Texas", de Tobe Hooper, mas que vai além da base do filme original. A família predadora do original é aqui substituída por uma familia de caçadores de baleias em fúria, com a acção a mudar para um barco, cheio de acessórios para caçar, e nenhuma caça possível, a não ser humanos. O cinema de terror era um caso muito raro na Islândia, mas este filme está cheio de humor negro, que já por si é típico daquele país, e muita ironia.
O suspense, a fotografia, o cenário de horror está muito bem criado, e encontramos uma sátira aos amantes de baleias, com a violência a envolver acessórios inusitados e criativos, mas o problema está sobretudo com os actores. A maioria são irritantes, interpretando com sotaques acentuados. Mas também há o grande trunfo da escolha do actor Gunnar Hanson para o papel do comandante do barco. O actor islandês nunca tinha entrado num filme do seu país. Estreou-se em 1974, precisamente no papel de Leatherface, em "The Texas Chain Saw Massacre", e desde aí tinha andado perdido por produções de série B de terror. Regressa ao seu país numa clara homenagem ao filme em que se estreou, reparem que até o próprio nome do filme é uma homenagem.
A realização estava a cargo do islandês Júlíus Kemp, e por Portugal o filme foi visto numa edição do Motel X.

Link
Imdb

Nenhum comentário: