segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Epopeia nos Mares (Captain Horatio Hornblower R.N.) 1951



 Hornblower (Gregory Peck) é enviado para uma missão com destino secreto, mas com a Espanha e a França mobilizadas a favor de Napoleão, têm logo a sua rota alterada para a distante América Central permanecendo em alto mar durante 7 meses sem terra à vista. Depois da longa viagem o capitão cumpre a missão ao entregar a mercadoria a Don Julian Alvarado, líder rebelde megalomaníaco contra as forças espanholas. No entanto, ao regressar, descobre que a Espanha reatara a aliança com a Inglaterra, tornando-se automaticamente inimigos de Julian e dos seus seguidores. Hornblower e os seus homens ainda são forçados a aceitar como passageira a bela Lady Bárbara Wellesley (Virginia Mayo), irmã do Duque de Wellington, que tenta fugir de um epidemia de febre amarela.
Hoje os livros de  Patrick O'Brian sobre a vida marítima durante as guerras napoleónicas são imensamente populares, mas são inspirados numa série de livros de  C.S. Forester,  sobre o Capitão Horatio Hornblower, que também tinham semelhante afecto na altura. Com um número tão amplo de leitores, e com um grande reconhecimento, era inevitável que os livros de Forester fossem adaptados para o grande ecrã, e com a ajuda do próprio escritor. O resultado seria este "Captain Horatio Hornblower", que embora fosse um filme que não poupava em perseguições e duelos, era um "swashbuckler" com qualidade acima da média, e quem melhor para protagonizar do que Gregory Peck? Errol Flynn tinha sido pensado para protagonizar originalmente, mas a sua relação com Walsh tinha-se degradado.
Gregory Peck sentiu-se atraído para o papel, porque ele não era o herói habitual: "I thought Hornblower was an interesting character. I never believe in heroes who are unmitigated and unadulterated heroes, who never know the meaning of fear." A maior parte do elenco de apoio era inglês, resultado da Warner querer filmar em Inglaterra, em parte porque a produtora tinha dinheiro nesse país que não podia exportar, e assim era um modo de gastá-lo. As sequência filmadas no mar já foram filmadas no sul de França, usando navios que foram encontrados num porto em grande estado de degradação e depois recuperados. Christopher Lee aparece como um capitão espanhol, num papel mais secundário.

Link
Imdb

2 comentários:

yullivic disse...

Não vi, acho que deve ser tão legal quanto Piratas do Caribe e se for mais sério, vai-me fazer rir. :)

yullivic disse...

Acabei de ver. Tal como adivinhava, um filme de aventuras para pré-adolescentes do meu tempo, os ingleses maravilhosos, os espanhóis uns bárbaros, os navios lindos, as batalhas ridículas, a presença feminina a dar azar no navio, enfim um prato cheio prá dar risada do começo ao fim!