domingo, 22 de junho de 2014

The Yakuza Papers

Antes dos filmes de gangsters de Kinji Fukasaku os filmes sobre a Yakuza tinham tendência a ser versões modernas de épicos históricos de samurais, com os mafiosos japoneses a agirem sem princípios de lealdade. Fukasaku contrariou esta tendência criando o "jitsuroko": histórias de gangsters japoneses inspiradas por "O Padrinho", de Coppola, e também pela violência nas ruas de "Os Incorruptíveis Contra a Droga", de William Friedkin.
Entre 1973 e 74 Fukasaku fez uma série de cinco filmes, conhecidos alternadamente como "The Yakuza Papers" ou "Battles Without Honor & Humanity" (o título do primeiro filme da série), traçando as complicadas redes do crime na cidade de Hiroshima, desde 1946 a 1970. No mundo de Fukasaku, a Yakuza adere aos códigos de honra quando é do seu interesse, mas quando é preciso também mata indiscriminadamente.
Fukasaku começa esta série de filmes com um still da explosão atómica, estabelecendo estes filmes como uma crítica à geração que nasceu dos escombros da Segunda Guerra Mundial. Ao longo da série, os personagens referem a guerra várias vezes, como no segundo filme "Deadly Fight In Hiroshima", onde o herói deseja ter sido um piloto kamikaze. A série começa num campo de refugiados em 1946, onde um grupo de jovens se envolve no mercado negro, e se aliam às "famílias" do crime, na região.Bunta Sugawara é o mais duro de todos, e vê o idealismo dos seus amigos ser engolido pela necessidade de trabalho. Nas horas seguintes a história pouco muda. Durante 25 anos as famílias trocam lealdades e matam-se, enquanto Sugawara, no papel da personagem que vamos seguir,  tenta fazer o melhor para se manter fora das lutas.
No Japão, estes filmes bateram recordes de bilheteira. A sequência que vamos ver é a seguinte:

Segunda: Battles Without Honor and Humanity (1973)

Terça: Deadly Fight in Hiroshima (1973)

Quarta: Proxy War (1973)

Quinta: Police Tactics (1974)

Sexta: Final Episode (1974)

Para abrir o ciclo, tenho aqui uns presentes para vocês:

1.Filme americano "The Yakuza", de Sydney Pollack. Uma visão americana sobre o mundo da Yakuza. Aqui.
2. Documentário japonês: Jitsuroku - Reinventing a Genre. Aqui
3. Fukasaku and the Art of Violence. Aqui


Nenhum comentário: