segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Shadow (Cien) 1956

O filme consiste em três histórias de suspense. Começamos no presente, em 1956, quando um jovem casal passeia no seu carro, por uma estrada rural ladeada de terras planas, e acabam por ver um homem cair de um comboio expresso a alta velocidade. O oficial encarregue da investigação tem a certeza que a sua identidade será descoberta, já o médico legista não tem tanta certeza, dado o estado em que o cadáver foi encontrado. Ele começa a relatar uma história passada em 1943, durante a ocupação Nazi da Polónia, quando um traidor da resistência causou um incidente mortal, e nunca foi descoberto. 
O segundo conto é relatado por outro detective. Em 1946 há instabilidade e luta contra o governo provisório. Existe um grupo de terroristas activos, e o detective e outro homem conseguem infiltrar-se, mas a ajuda desse outro homem vai ser ineficaz.
De volta ao presente, um jovem trabalhador das minas de carvão é preso quando sai do comboio. É suspeito da morte do homem que caíu do comboio no inicio do filme, e começa a contar a sua história à volta de todo este mistério. 
Estas três histórias negras estão enraizadas na realidade polaca, que tem a ver com temas e acções políticos, ao contrário das histórias americanas do período do cinema Noir, que têm mais a ver com o comportamento criminoso do homem. Mas em comum com o Film Noir americano, as histórias em "Cien" geram um ambiente de suspeita, medo, traição e incerteza, com os exteriores escolhidos a acrescentarem um enorme realismo. Há sequências no comboio que são reais, nas quais os actores perigosamente perseguem alguém com apenas um corrimão estreito a separá-los de caírem para a rua. Nesta, e noutras sequências o filme situa-se perfeitamente entre o "film noir" e o neo-realismo", alcançando o elemento documental que marca o neo-realismo  italiano. 
Um dos primeiros filmes de Jerzy Kawalerowicz, que lhe valeu a sua primeira participação em Cannes. Legendas em Inglês.

Link
Imdb

Nenhum comentário: