domingo, 18 de dezembro de 2016

Capitulo 13 - Ficção Científica

O Micro-Herói (Innerspace) 1987
Jack Putter sente-se muito bem hoje, pelo menos para um hipocondríaco. Mas algo de novo está a acontecer, ele começa a ouvir vozes. A voz que Jack (Martin Short) ouve é do piloto da Marinha Tuck Pendleton (Dennis Quaid) que foi submetido a uma miniaturização, para um projecto secreto, e acidentalmente injectado em Jack. Antes que possa dizer alguma coisa o seu improvável companheiro realizará a mais incrível fuga da sua vida.
" Innerspace", inspirado por "Fantastic Voyage" (1966), de Richard Fleischer, começa com uma excelente premissa, e enquanto ficamos a saber como tudo funciona, Joe Dante constrói o climax muito bem. Uma ficção científica muito boa, combinada com efeitos de especiais de última geração, pelo menos para o ano de 1987, como seria aliás, de esperar, de um filme com produção de Steven Spielberg.
Joe Dante era um dos nomes mais fortes do cinema fantástico, que nesta década já nos tinha dado obras tão interessantes como "The Howling", "Gremlins", "Explorers", tudo grandes êxitos no tempo do VHS. "Innerspace" seria mais um filme nesta sequência, vencedor do Óscar para Melhores Efeitos Especiais, batendo "Predator".

As Aventuras de Buckaroo Banzai (The Adventures of Buckaroo Banzai Across the 8th Dimension) 1984
Buckaroo Banzai, um cientista de renome, neurocirurgião, piloto de carros de corrida, estrela do rock e herói das história aos quadrinhos, numa de suas pesquisas abre uma porta para outra dimensão. O problema é que essa dimensão está a ser usada como uma prisão por uma raça alienígena, e a Terra está ameaçada de ser invadida e destruída pela polícia alienígena. Buckaroo, com a ajuda do seu guarda-costas, os seus colegas cientistas, a banda de rock, alguns dos seus fãs, um embaixador estrangeiro e um cantor country texano vão conter esta ameaça.
W.D. Richter e o argumentista Earl Mac Rauch tiveram esta idéia excêntrica de um filme de ficção científica de assalto para se tornar rapidamente num filme de culto, mas quando estreou nas salas foi um grande flop, levando anos para alcançar o público para o qual era destinado. Os seus fãs reconheceram o facto que valia a pena preservá-lo, mas qualquer promessa de sequela ou franquia estava fora de questão quando a produtora do filme entrou em bancarrota, e a história entrou num espiral de disputas pelos direitos.
W.D. Richter estreava-se atrás das câmaras, mas já tinha um nome importante como argumentista, de filmes como "Invasion of the Boddy Snatchers" de Philip Kaufman, "Dracula" de John Badham, "Brubaker" de Stuart Rosenberg, e, futuramente, "Big Trouble in Little China". O elenco também era de respeito, Peter Weller (futuro Robocop), John Lightgow, Ellen Barkin, Christopher Loyd, e Clancy Brown. Tinha tudo para ter resultado.

O Navegador (The Navigator: A Medieval Odyssey) 1988
Século 14 – Cumbria, Inglaterra. Uma pequena aldeia de mineiros ameaçada pela “peste negra” é o ponto de partida para esta fantasia medieval. Por vezes repetidamente, um rapaz tem o mesmo sonho. Neste, sonha com uma cidade distante que poderá ser a salvação do seu povo. Se os mineiros fundirem uma cruz de cobre e colocarem na ponta da torre da catedral dessa cidade, todos estarão a salvo da praga. Partem então para uma jornada pelo tempo, para o ano de 1980, numa odisseia em busca da redenção.
Épico de ficção científica Neo-Zelandês, tornou-se num grande êxito entre os festivais de cinema pelo mundo fora. Fez parte da selecção oficial de Cannes, ganhou o prémio da audiência no Fantasporto, e ganhou o prémio de Melhor Filme em Sitgés (1988). Como uma parábola religiosa "The Navigator" lembra-nos, tanto tematicamente como estruturalmente o último filme de Tarkovsky: "O Sacrifício". A mensagem de necessidade de espiritualidade está, no entanto, pouco explícita no filme, e apenas nos vem à mente depois de um visionamento completo.
O filme colocava Vincent Ward no mapa, levando-o para Hollywood onde realizaria um punhado de filmes, um deles "What Dreams May Come", e trataria do argumento de "Alien 3".  Não confundir este filme com "The Flight of the Navigator", um filme para crianças que já passou neste ciclo.
Imdb

Nenhum comentário: