sexta-feira, 25 de abril de 2014

Jerry 8 3/4 (The Patsy) 1964



Quando uma estrela da comédia morre, a sua equipa tenta desesperadamente encontrar um substituto para o seu lugar. Esse substituto é Stanley Belt (Jerry Lewis), um simples empregado de hotel que assim salta da obscuridade para o estrelato. Mas nem tudo corre bem para o desajeitado Stanley, e a estreia está cada vez mais próxima...

Na altura em que a sua popularidade estabilizou, e gradualmente foi cativando o público mais jovem, Jerry Lewis poderia ter jogado pelo seguro, e ter feito um filme mais previsível, mas em vez disso ele fez "The Patsy". "The Patsy" era outro filme muito pessoal, e mais ousado do que qualquer outro filme que ele tinha feito até então. Tanto que antecipava os perdedores que Martin Scorsese iria explorar em "The King of Comedy", e para o qual o realizador contaria com o próprio Jerry Lewis, já em fase decadente de carreira.
 De certa forma, para Lewis, "The Patsy" era o culminar do estilo cómico influenciando pelo cinema mudo, e a passagem para uma abordagem mais pessoal, mais parecida com o cinema europeu daquela época, do que com qualquer coisa feita em Hollywood durante a década de 60. Estilisticamente tinha mais a ver com o surrealismo do checo Jan Svankmejer, do que com as obras do actor anteriores a 1960.
Exceptuando os elementos mais negros de "The Nutty Professor", Lewis nunca tinha feito nada como isto. Para trás ficava o sentimentalismo cómico dos seus filmes anteriores, as inconsistências das interpretações de Lewis num papel único, e até ao seu climax "The Patsy" é uma odisseia hipnótica, através de um mundo de entretenimento louco.

Link
Imdb

Nenhum comentário: