terça-feira, 22 de abril de 2014

Cinderelo dos Pés Grandes (Cinderfella) 1960



A resposta de Jerry Lewis para a clássica história da Cinderella. Quando o pai morre, Cinderfella (Jerry Lewis) é deixado à mercê da sua madrasta snob (Judith Anderson) e dos seus dois odiosos filhos (Robert Hutton e Henry Silva). Enquanto Cinderfella fica aprisionado como escravo da família, os seus dois meio irmãos tentam encontrar um tesouro que o pai de Fella deixou. Entretanto, na esperança de restaurar a sua fortuna em declínio, a madrasta organiza um grande baile em honra da princesa Charming, na esperança de casá-lo com um dos filhos. É então que aparece a Fada Madrinha (ou Fada Padrinho, Ed Wynn) de Cinderfella, que o convence de que ele é que pode ficar com a princessa.
Claramente um veículo para Jerry Lewis, que não faz parte do lote de filmes realizados por si próprio (foi realizado por Frank Tashlin). Mais interessado em seguir o conto de fadas original, do que dependente da personalidade maníaca de Jerry Lewis, era um claro exemplo do quanto medíocre se estava a tornar a carreira de Jerry Lewis, e de que precisa de tomar um novo rumo. Não quer isto dizer que o filme não tenha entretimento, pois na realidade tem, mas a última coisa que era esperada de Jerry Lewis era um filme que puxasse para o trágico ou sentimental. O problema é que o produtor queria uma comédia sentimental, para toda a família, para que fosse exibido nas férias do Natal de 1960, como tal o tom do filme não é tão caótico como noutras comédia do actor.
Tashlin era um tarefeiro, habitual realizador dos filmes de Lewis. Os dois continuariam a trabalhar juntos, mas a carreira de Jerry Lewis daria uma grande reviravolta noutro filme realizado neste ano, "The Bellboy" (postado ontem). Com um orçamento muito menor, acabaria por ser um grande sucesso, e revelaria o caracter de autor que Jerry Lewis começaria a empregar nos seus filmes a partir daqui.

Link
Imdb

Nenhum comentário: