quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

A Saudade de Veronika Voss (Die Sehnsucht der Veronika Voss) 1982

Munique, 1955. Um jornalista desportivo conhece a decadente actriz Veronika Voss, uma antiga estrela da UFA, a empresa cinematográfica da Alemanha Nazi. Começa investigar o seu passado e as razões que a levaram a se viciar-se em morfina. Voss quer regressar ao mundo do cinema, mas não consegue fazer uma cena, por mais simples que seja, e isto atrai o jornalista, que começa a suspeitar que existe algo de errado em relação ao seu médico.
Final da trilogia do pós-guerra, que teve aqui o seu último episódio depois de "O Casamento de Maria Braun", e "Lola". É a versão de Fassbinder para "Sunset Boulevard" de Billy Wilder, movendo-se um pouco mais longe dos habituais melodramas de Douglas Sirk. Um pouco ficcionalizado, "Veronika Voss" é baseado numa idéia de Fassbinder inspirada numa noticia sobre Sybille Schmitz, estrela de "Vampyr", de Carl T. Dreyer. Era uma estrela dos estúdios nazis, que produziram muitos filmes aprovados pelo regime, durante as décadas de 30 e 40. Depois da derrota dos nazis, os estúdios foram destruídos, e as estrelas deste período não puderam participar em filmes. Muitas destas estrelas, afastadas da ribalta, começaram a beber ou a tomar drogas, facto onde pega Fassbinder neste seu filme.
Para Fassbinder, encontrar a felicidade ou tentar salvar o mundo era apenas um acto desesperado ou uma tentativa de enganar-se a si próprio. Cinicamente ele acredita  que o mundo gira em torno dos desejos básicos daqueles que são gananciosos e mal humorados e estão dispostos a destruir qualquer coisa para obter os seus fins. O humanismo é apenas um termo vazio para a luta pelo poder, e controlar os outros, tal como é feito pelos tiranos, e pelos políticos para influenciar o povo. Todas as motivações humanas são baseadas na loucura e auto-motivação.
É um trabalho típico de Fassbinder, pegando na longa lista de temas que vem explorando na sua obra: alienação, solidão, corrupção do estado, abuso do poder, conflito sexual, perca de esperança. A sua negritude deve afastar um público mais amplo, mas para os fãs do realizador é um dos seus melhores filmes.

Link
Imdb

Nenhum comentário: