domingo, 12 de abril de 2015

Sound of the Mountain (Yama no Oto) 1954

"Yama no Oto" retrata a decadência da família tradicional. Uma mulher (Setsuko Hara) descobre que o seu marido a está a trair com outra mulher; o pai deste, por gostar muito da nora, volta-se contra o filho, e passa a fazer tudo para salvar o casamento dos dois, interferindo à sua vontade.
Adaptado de um livro do vencedor de um prémio Nobel, Yasunari Kawabata, "The Sound of the Mountain" é declaradamente do filme preferido de Naruse, entre a sua obra, e até certo ponto, é fácil de perceber porquê. Um trabalho de texturas e perspectivas envolventes, com cenários e exteriores projectados para se parecerem com a própria casa e vizinhança de Kawabata, o filme revisita, e com mais confiança, os temas já explorados no filme do "regresso" de Naruse, "Meshi" (o primeiro deste ciclo), com o qual partilha até alguns actores. É também uma história de amor platónico de uma extrema precisão psicológica, que nos oferece com profundo detalhe uma comovente relação complexa, entre um homem mais velho e uma mulher mais nova.
Para quem cresceu a ver filmes ocidentais é fascinante ver como foi tratada a matéria deste filme, com temas tão difíceis, por exemplo para uma Hollywood dos anos 50, como o adultério, o divórcio e o aborto. O tema do aborto era completamente tabu nos filmes ocidentais dos anos 50, e quando era abordado era sempre com muita bagagem política e emocional. Neste filme de Naruse todos estes temas são abordados com bastante naturalidade.
"Yama no Oto" é um dos melhores exemplos do género preferido de Naruse, o "shomin-geki (filmes sobre o quotidiano das pessoas normais).

Link
Imdb

Nenhum comentário: