quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Um Dia no Circo (At the Circus) 1939


Jeff Wilson, o dono de um pequeno circo, deve ao seu colega Carter 10 mil dólares. Antes que Jeff possa pagar, Carter manda os seus cúmplices roubarem o dinheiro, para assim tomar posse do circo. Antonio Pirelli e Punchy (Chico e Harpo), trabalham no circo tal como o advogado Loophole (Groucho), tentam descobrir os criminosos e recuperar o dinheiro.
Depois de "Um dia nas Corridas", "Room Service" tinha sido feito na RKO, na condição de empréstimo. Quando os irmãos voltaram para a MGM a ausência de Thalberg era muito sentida, e sentiram isso na preparação para o filme seguinte "At the Circus". O novo líder do estúdio, Louis B. Meyer, não se preocupava muito com os irmãos, e escolheu uma equipa secundária para a produção deste filme. Incluindo um tal de Edward Buzzell na realização, que tinha no seu historial apenas comédias de segundo plano. Por mais que tentassem os irmãos não conseguiam convencer Meyer a usar todo o seu potencial, apesar dos dois filmes anteriores para a MGM terem tido um lucro razoável. O resultado seria que "At the Circus" é um dos filmes mais tensos e menos engraçados desta equipa.
Não existe um grande motor para a comédia, e Kenny Baker é um protagonista romântico um pouco irritante, e os momentos musicais também não foram muito famosos, além de aparecerem em excesso. A entrada de Margaret Dumont no último terço do filme traz um pouco de sumo para a acção, e salta o filme. Há um par de gags no final do filme, entre Groucho e Dumont que são geniais. Longe da grande forma de filmes anteriores, é um filme que acaba por cumprir.

Link
Imdb

Nenhum comentário: