segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Pela Noite Dentro (Into the Night) 1985



A vida de Ed Okin (Jeff Goldblum) está fora de controle. Não consegue dormir, a sua mulher trai-o, e o seu trabalho é aborrecido. Uma noite ele começa a conduzir pelas ruas de L.A. e acaba no parque de estacionamento do Aeroporto. Momentos depois cruza com uma bela mulher (Michelle Pfeiffer), e vê-se a ser perseguido por quatro iranianos. O que se segue é uma perseguição selvagem pelas ruas de Los Angeles, ao mesmo tempo muito engraçada.
John Landis pinta a aventura de Ed como um sonho, a expressão facial de Goldblum indica que ele não se lembra a última vez que dormiu. Landis leva o filme num ritmo muito peculiar, sem mostrar sinal do cansaço de Ed. Entre piadas sobre o consumismo americano mantém o público no escuro, assim como a noite que rodeia os protagonistas. Na essência, o filme podia ser visto como um sonho de Ed, passado na realidade, ainda que tome a forma de pesadelo, porque é assim que ele vê a sua vida.
"Into the Night" tem sido criticado por ser excessivamente auto-referencial, e seria imprudente ignorar o uso constante de "cameos" entre amigos do realizador (desde Lawrence Kasdan, David Cronenberg, Jonathan Lynn, Paul Mazursky, Jim Henson, Don Siegel, Jonathan Demme, Jack Arnold, entre muitos outros), e a sua homenagem a um dos primeiros filmes que poderiam ser chamados de pós-modernos, "Abbott and Costello Meet Frankenstein", que é mostrado dentro do filme. De várias formas, "Into the Night" reconhece-se como uma identidade à parte no mundo "real", muito parecido com a moda dos anos noventa, iniciada por Wes Craven em "New Nightmare", e continuada com as sequelas de "Scream". Eram filmes onde os seus personagens reconheciam a sua existência dentro de um filme, as suas vidas governadas por convenções estabelecidas por filmes anteriores. Tudo isto é um exemplo do amor que Landis tem pelos filmes.
Realizado em 1985, ano que seria o da revelação de Michelle Pfeiffer, que se deu tanto por este como por "A Mulher Falcão", de Richard Donner. O elenco contava ainda com David Bowie e Dan Aykroyd.

Link
Imdb

Nenhum comentário: