segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Os Amantes do Tejo (Les amants du Tage) 1955



Um taxista francês em Lisboa, transportando as cicatrizes de um casamento que terminou em tragédia quando a encontrou com o amante quando regressava da guerra. Uma francesa com problemas com a lei, e com um inspector da polícia no seu rasto. Apaixonam-se perdidamente, mas por causa do seu passado ele não é capaz de confiar na mulher, pensado que ela o está a usar para fugir à polícia. Ela vai ter de escolher entre fugir com ele e permanecer sempre na dúvida ou entregar-se para provar que o ama.
Adaptação de um romance de Joseph Kessel, não é certamente dos filmes mais famosos de Henri Verneuil, mas ainda assim é uma obra bastante interessante, onde encontramos a veia mais exótica e romântica do realizador, em vez da mais política, que era mais habitual nas suas obras.
Filmado numa Lisboa dos anos cinquenta, ainda sem ponte, e sem cristo-rei, mas em ruas com pregões populares, varinas, empregados de mesa fardados, ardinas, engraxadores, e Salazar, que mandou cortar cerca de 20% do filme.
Amália Rodrigues canta o famoso fado "Barco Negro", e do elenco destacam-se três estrelas: Daniel Gélin, Françoise Arnoul, e o actor inglês Trevor Howard, conhecido na altura pelo noirish "The Third Man", e cuja pronuncia francesa está muito bem disfarçada.
Vale sobretudo como um belíssimo cartão postal de Lisboa nos anos 50. Legendado em inglês.

Link
Imdb

Nenhum comentário: