segunda-feira, 6 de julho de 2015

Todos Morreram Calçados (They Died with Their Boots On) 1941

Acompanhamos a vida do General Custer (Errol Flynn) desde a sua época de estudante rebelde em West Point até ao massacre histórico em Little Big Horn. George Armstrong Custer, do Regimento da Sétima Cavalaria, sai da Academia de West Point para a Guerra Civil e dali para a fronteira, onde em Black Hills enfrentará os índios Sioux, resultando no massacre dos 264 membros da sua companhia. Esta é a história do General Custer na Guerra Civil Americana, e finalmente a sua morte, em Little Big Horn. A batalha contra chefe Crazy Horse, é retratada como um negócio tortuoso entre políticos, e uma sociedade que quer tomar as terras dos índios.
Um biopic ficcionalizado realizado por Raoul Walsh, como se de um western se tratasse. É um filme mais interessado em entretimento do que sendo historicamente correcto, porque mistura factos e ficção. Não tem grandes problemas em admitir que a história é um factor secundário, chegando mesmo a admitir que o General era um simpatizante dos índios, e que ele cavalheirescamente conduziu os seus homens numa missão suicida para salvar as tropas do seu colega do exército, e que foram algumas pessoas e não a política gananciosa do governo que causou a guerra. O argumento de Wally Klein é Aeneas MacKenzie é propício para o modo de filmar de Walsh, um realizador de acção.
Errol Flynn atinge o máximo das suas capacidades e contracena com actores secundários fabulosos (Olivia de Havilland, Arthur Kennedy, Gene Lockhart, Anthony Quinn, Sydney Greenstreet ou Hattie McDaniel). Se por um lado é um comédia romântica, é simultaneamente o retrato de um homem cuja política relativa aos índios veio mais tarde (e particularmente na nossa época) a granjear fortes críticas.
Foi a primeira colaboração de Errol Flynn com Raoul Walsh.

Link
Imdb

Nenhum comentário: