quarta-feira, 24 de agosto de 2016

As Raparigas de San Frediano (Le Ragazze di San Frediano) 1955

As escapadelas amorosas de um bonito mecânico chamado Andrea Sernesi aka "Bob". O primeiro nome no caderno negro de Bob é a tempestuosa Tosca. Em pouco tempo o nosso heroi passa dos braços de Tosca para os de Mafalda, uma dançarina, depois Silvana, uma professora, depois Bice, uma costureira. Entretanto, Gina, uma jovem que vive no mesmo bloco de apartamentos do que Bob, secretamente desenvolve uma paixão pelo mecânico.
A estreia de Zurlini nas longas metragens seria o seu único filme mais ligeiro, embora também seja tingido com alguma angústia. Vagamente baseado num conto de Vasco Pratolini (o autor de "Cronaca Familiare"), fala dos interlúdios amorosos de um jovem florentino, cuja alcunha é Bob, em homenagem a Robert Taylor.
Palavras do Catalogo Bolaffi del cinema italiano: "The jovial representation of the characters and its taking place in a timely and particular historical moment-lively and bustling Florence-already highlight the qualities of this new director. He is a sensitive scholar of psychologies, especially those of women, and an attentive painter of natural settings and countrysides. The narrative freshness, the freedom of his style, and the wonderful types of irony give him a fresh and new film".

Link
Imdb

Nenhum comentário: