domingo, 30 de outubro de 2016

Capítulo 1 - Terror

 Depois do Anoitecer (Near Dark) 1987
Certa noite, Caleb Colton conhece a jovem e linda Mae, e juntos embarcam numa perigosa aventura. Os seus companheiros, Jesse, Severen, Damondback, Homer, formam um grupo de errantes noturnos que semeiam terror e morte nas suas investidas à procura de sangue. Seres tipicamente noturnos, esperam pela noite, quando os seus sentidos se tornam mais apurados. Mas, com a chegada do dia, a luz do Sol é lhes fatal.  Uma lufada de ar fresco para um sub-género que há muito se tinha tornado repetitivo e cansativo, o filme de vampiros. O que imediatamente separa "Near Dark" dos outros filmes de vampiros é o engenhoso desenvolvimento das personagens. Vemos e reconhecemos a necessidade dos vampiros em sobreviver, mas sabemos que ele são realmente maus, porque eles matam, e se divertem na forma como fazem novas vítimas. 
"Near Dark" era o segundo filme de Kathryn Bigelow, amiga e futura esposa de James Cameron. Nota-se aqui a influência do realizador, nomeadamente na escolha dos actores que interpretaram os vampiros (Paxton, Henriksen e Goldstein), todos eles saídos do filme anterior do realizador, "Aliens" (1986). Mas o maior trunfo do filme era o argumento, escrito a meias por Bigelow e Eric Red, uma grande promessa do cinema mais underground de Hollywood, e que no ano anterior tinha escrito o argumento do fantástico "The Hitcher - Terror na Auto-Estrada".

A Maldição dos Mortos-Vivos (The Serpent and the Rainbow) 1988
Em 1985, depois de uma investigação de sucesso no Amazonas, o dr. Dennis Alan de Harvard, é convidado pelo presidente de uma importante indústria farmacêutica de Boston, para viajar para o Haiti, para investigar o caso de um homem chamado Christophe, que morreu em 1988 e aparentemente voltou à vida. Andrew quer amostras da droga que foi usada em Christophe, com a intenção de produzir um anestésico poderoso.  Mas, alguém mais vai se intrometer no caminho.
Há três ou quatro sequências de alucinação/sonho que são um autêntico deleite visual em "The Serpent and the Rainbow". O filme está bem acima da média, embora a premissa da magia negra tenha muito potencial não explorado. 
O filme era adaptado de um livro de memórias do mesmo nome, de um verdadeiro botânico de Harvard chamado Wade Davis, que realmente foi ao Haiti para investigar uma droga zombie. Não foi fácil adaptar um livro científico sério numa longa metragem de terror. Davis considerou o filme "uma das piores adaptações da história do cinema", mas isso não é verdade, acabando por ser um dos filmes mais interessantes dentro deste modelo de zombies.   Wes Craven realiza e Bill Pullman é o protagonista, mas o filme é todo de Cathy Tyson.
  
Shocker - 100.000 Volts de Terror (Shocker) 1989
Numa pequena cidade do interior americano o jovem universitário Jonathan Parer (Peter Berg) vê num pesadelo a sua família ser chacinada por Horace Pinker (Mitch Pileggi), um técnico de TV. O crime acaba realmente por acontecer e Jonathan convence o seu pai adoptivo, o policia Don Parker (Michael Murphy), a prender Pinker. Depois de cometer outros crimes Pinker é preso e condenado à cadeira elétrica. Ao ser executado, entretanto, o assassino consegue fazer com que seu espírito sobreviva como energia, sendo capaz de tomar corpos humanos e deslocar-se por meio das ondas de TV.
Realizado por Wes Craven, à primeira vista é um filme muito similar a "Pesadelo em Elm Street", porque é baseado em torno das aventuras de um vicioso Serial Killer.  Craven criou aqui um novo Freddy Kruger, e desta vez em vez de invadir a meta-realidade dos sonhos, o maníaco Horace Pinker pode viajar através das televisões. Realizado logo no ano seguinte a "The Serpent and the Rainbow", vale sobretudo pela grande interpretação de Mitch Pileggi.

Critters - Seres do Espaço (Critters) 1986
Criaturas de outro planeta parecidas como bolas de pelos comem tudo o que encontram pela frente numa quinta localizada perto de uma pequena cidade no oeste americano. Elas são perseguidas por caçadores de recompensas intergaláticos contratados para exterminar essa ameaça...
Escrito por Domonic Muir e realizado por Stephen Herek, "Critters" provou que "Gremlins" seria uma grande fonte de inspiração para o cinema dos anos oitenta. Onde o filme de Joe Dante optou por uma explicação quase mística para os seus vilões, "Critters" toma o caminho mais fácil trazendo-os do espaço, partindo do ponto que eles são suficientemente inteligentes para guiar uma nave espacial, mas ainda são guiados pelos seus instintos mais básicos. O argumento é muito tímido a revelar as criaturas durante a primeira meia hora, apesar de qualquer pessoa já os ter vistos nos trailers e nos cartazes de apresentação do filme, e de todos conhecerem as feições dos monstros, parecidos com o Diabo da Tansmânia, dos Looney Tunes. Dee Wallace, de "E.T." e "O Uivo da Fera" protagoniza, dividindo o ecrã com M. Emmeth Walsh, um dos policias de "Blade Runner".
Imdb

Nenhum comentário: