quinta-feira, 6 de agosto de 2015

O Estranho Vício da senhora Ward (Lo strano vizio della Signora Wardh) 1971

Julie Wardh, de regresso a Viena com o marido diplomata Neil, encontra a cidade aterrorizada por um maníaco assassino. Imediatamente lembra-se de Jean, o violento e sádico ex-namorado, que convenientemente voltou à cidade ao mesmo tempo do início dos assassínios e retomando o contato com ela, parece querer reatar a relação. Também entra em cena o enigmático e elegante George que também demonstra alguns interesses em relação a Julie. Assim, acompanhando os passos do assassino, Julie deve descobrir quem, entre os homens à sua volta, tem intenções mais nefastas do que apenas leva-la para a cama.
 O Giallo foi um dos mais interessantes sub-géneros a destacar-se na década de setenta. Eram normalmente descritos como "whodunnits" ou policiais misteriosos, e tinham muito em comum com o cinema de terror, principalmente os slasher movies, de quem eles são antepassados. Muitas vezes representavam representações escabrosas de sexo e violência.
"O Estranho Vício da senhora Ward" não é um filme muito bonito, no sentido mais usual. Não há shots luxuosos das cidades mais bonitas da Europa, nem se vê qualquer tentativa ostensiva para deslumbrar o espectador com algum estilo estético. Em vez disso somos apresentados a um filme desprezível, e repleto de atmosfera e brutalidade, mas de onde se pode tomar um sentido vulgar de prazer.
Seria o primeiro de uma série de grandes giallos de Sérgio Martino. Com George Hilton e Edwige Feneche como protagonistas.

Link
Imdb

Nenhum comentário: