segunda-feira, 27 de outubro de 2014

A Mulher-Serpente (The Reptile) 1966



Harry Spalding e a sua esposa Valerie herdam uma casa de campo numa pequena vila, depois do irmão dele morrer misteriosamente. Os habitantes locais são hostis e o seu vizinho Dr. Franklyn (doutor de teologia), sugere que eles se vão embora. Eles decidem ficar, para descobrir que um mal misterioso assola esta comunidade.
O género de terror transborda com monstros masculinos, e demónios machistas, porque monstros no feminino sempre foram uma raridade. A produtora deste filme, a Hammer, sempre tentou contrariar esta tendência com inúmeros filmes de terror gótico, como The Brides of Dracula (1960), The Gorgon (1964), Frankenstein Created Woman (1967), Countess Dracula (1970) and Dr. Jekyll and Sister Hyde (1971). Um dos mais negligenciados e subestimados filmes da Hammer, que contava com uma mulher monstro foi este "The Reptile". Foi filmado ao mesmo tempo que outro filme de John Gilling, usando os mesmos cenários em Cornwall, o clássico The Plague of the Zombies, mas na altura do lançamento acabou por estrear com "Rasputin, the Mad Monk", de Don Sharp, um filme de pequeno orçamento, acabando assim por ficar enterrado no box-office. Merecia melhor sorte este "The Reptile", que hoje é visto como um clássico menor. De certa forma, "The Reptile" faz lembrar os filmes de terror atmosférico de Val Lewton (como I Wlaked With a Zombie ou Cat People), e os clássicos de terror da Universal, pelo menos no que diz respeito a atmosfera.
Jacqueline Pearce foi a única actriz da Hammer a interpretar dois monstros no cinema (em "The Reptile" e o cadáver ressuscitado em "The Plague of Zombies"), era mais conhecida entre os fãs de Sci-fi, pelo seu papel de Servalan na série de TV, "Blake's 7". Em "The Reptile", o seu lado negro, e a beleza sensual são usados para efeitos de arrefecimento, especialmente na sequência em que ela se contorce na cama, em resposta a um estranho cântico de Malay.
"The Reptile" tem uma elegância visual, e uma sensação de morte eminente que o colocam numa posição de destaque em relação a muitos outros filmes de série b. Há ecos de tragédia negra na obscura relação entre o Dr. Franklyn e a sua filha (a terrível maldição é fruto da curiosidade científica do seu pai).Ken Russell presta uma homenagem a este "The Reptile" com "The Lair of the White Worm" (1988).

Link
Imdb

Nenhum comentário: